As dimensões da JMJ

“Eu nunca vi tanto gringo no Rio de Janeiro”, dizia-me um amigo já na semana anterior à Jornada Mundial da Juventude. E a mesma coisa me foi confirmada ao longo dos dias seguintes por uma infinidade de pessoas, com uma reconfortante regularidade: taxistas, motoristas de ônibus, comerciantes, moradores da cidade que encontrávamos nas ruas, todos nos diziam o mesmo: nunca se vira tanta gente no Rio de Janeiro, nem mesmo no badalado Reveillon de Copacabana. Fomos melhores do que o «melhor do mundo». Quando voltei pra Recife, soube que um certo…

Read more

A depravação pública e o “falso moralismo hipócrita” dos cidadãos brasileiros

Foi na semana passada que eu vi a repercussão negativa que teve a Parada Gay do Acre, quando um sujeito bêbado foi fotografado simulando sexo oral em outro homem (vejam também aqui e aqui). O negócio chocou tanto que a ABGLT veio rapidamente a público protestar não contra os atos depravados dos dois participantes do evento, mas contra o “falso moralismo” dos cidadãos indignados com esta sem-vergonhice pública (e patrocinada com dinheiro público). Transformando-os em monstros hipócritas fundamentalistas e retrógrados sobre os quais recai exclusivamente a culpa do mal-estar provocado…

Read more

Ministério da Cultura Gay

Há mais de quatro meses atrás (em junho último) a Parada Gay de São Paulo debochou da Fé de milhões de cidadãos brasileiros ao colocar na avenida imagens de santos católicos retratados como homossexuais, em óbvia atitude de escárnio para com a religião da maioria do povo do Brasil. Na época, entre diversos protestos, uma amiga daqui de Recife escreveu à ouvidoria do Ministério da Cultura. Hoje, mais de quatro meses depois, veio a resposta. Reproduzo-a abaixo, na íntegra: Ministério da Cultura – Ouvidoria Resposta à Mensagem 15106 Sra. Tamyres…

Read more

Curtas

– Eu ainda não havia visto este Sussidio per Confessori, que está disponível em português no site da Congregação para o Clero. São mais de setenta páginas, englobando explanações teológicas e orientações práticas. Entre estas últimas, à guisa de destaque: Outras normas oferecem algumas pistas para ajudar os penitentes a confessarem-se com clareza, por exemplo, em relação ao número e espécie dos pecados graves, indicando os tempos mais oportunos, os meios concretos (quais possam ser, em qualquer ocasião, os intérpretes) e sobretudo a liberdade de confessar-se com os ministros aprovados…

Read more

Manifeste-se contra a blasfêmia ocorrida na Parada Gay

A respeito do gravíssimo ato de vilipêndio religioso ocorrido na última “Parada do Orgulho Gay” de São Paulo, faço minhas estas considerações do Voto Católico. E uno-me a esta campanha: diante da blasfêmia pública, da provocação gratuita, do vilipêndio a céu aberto, manifeste-se! Pois, se ficarmos calados, coisas piores virão. Se você sentiu-se ofendido e agredido na sua fé com os cartazes desrespeitosos à fé católica na “Parada LGBT”, convidamos a:

Read more

Gaystapo: blasfêmias

Há duas notícias importantíssimas que não podem deixar de ser (ainda que brevemente) comentadas. Veja-se este post e também o próximo. A primeira é sobre o vilipêndio religioso ocorrido na última Parada Gay de São Paulo. Sobre isto, cabe dizer: 1. Nada de novo sob o sol, porque qualquer pessoa que esteja minimamente familiarizada com o Movimento Gay sabe do que eles são capazes [veja-se, à guisa de exemplo, este vídeo profundamente blasfemo (sem sombra de exagero, não é recomendado para pessoas sensíveis) feito em San Francisco, durante a última…

Read more

A mídia x os brasileiros: a reação dos internautas

Aconteceu ontem: o jornal “O Globo” havia publicado em seu site, logo na página principal e com destaque, esta notícia. É sobre a mais nova palhaçada do excelentíssimo sr. Governador do Estado do Rio de Janeiro (o mesmo que perguntou recentemente quem é que nunca teve uma namoradinha que precisou abortar): policiais militares gays participarem fardados da próxima Parada Gay carioca. É claro que a idéia estúpida desagradou os policiais militares. Com muita propriedade eles questionaram: “acho estranho o governador liberar o carro, gastando gasolina do estado, para eles [os…

Read more

“Eu não tenho orgulho nenhum de ser gay”

O vídeo é antigo, mas relembrar é importante. Quando um homossexual público vem colocar-se contra o gayzismo com tal clareza – dizendo que eles estão confundindo liberdade com libertinagem – a ponto de ser vaiado pelo Movimento Gay, talvez nós consigamos por fim enxergar a qual abismo moral estão nos tentando conduzir. Se, entre os próprios gays, há aqueles que percebem a tentativa de se institucionalizar a imoralidade, pode ser que haja uma luz no fim do túnel e nós, enfim, possamos levantar a nossa voz em defesa dos verdadeiros…

Read more

“A Ditadura Gay” – por Carlos Apolinario

Corajoso: “A Ditadura Gay”. Publicado na Folha de São Paulo, por um vereador. No dia seguinte à Parada da Vergonha. Destaco: Podemos criticar divórcio entre héteros, sindicatos, empresários, políticos, católicos, evangélicos, padres e pastores, mas, se falarmos contra o pensamento dos gays, somos considerados homofóbicos e nos ameaçam, até com processos. Punir alguém por manifestar opinião divergente é próprio das ditaduras. Eu tenho a convicção de que já estamos vivendo numa ditadura gay, pois, na democracia, qualquer pessoa pode discordar.

Read more

Os números do “Orgulho”

“Governo anunciou ontem durante parada em Boa Viagem que, em caso de morte de servidor, companheiro homossexual terá direito a uma pensão” – diz o Jornal do Commercio de hoje. Pelo menos cinqüenta mil pessoas na oitava edição do evento, “segundo a Polícia Militar”, como noticia o mesmo jornal. Gays cobram respeito em Parada, é a manchete da Folha de Pernambuco. O número de participantes dobrou: aqui, é dito que o evento reuniu 100 mil pessoas. O Diário de Pernambuco, na chamada da reportagem (à esquerda da página do Vida…

Read more