«Tem boi na linha; se não é boi, pelo menos é chifrudo» – Carlos Ramalhete

[Fonte: Facebook] Tem boi na linha; se não é boi, pelo menos é chifrudo Quando meus filhos eram pequenos, eu sempre fazia com eles uma brincadeira de palavras, um joguinho meio besta, mas muito útil, para ensiná-los a se expressar claramente. A maior vantagem da brincadeira é que ela também ensinava que é simplesmente impossível ser entendido claramente quando o receptor do discurso preocupa-se ativamente em **não** entender. A brincadeirinha é muito simples: basta fingir que se tomou todas as palavras importantes do discurso por homófonos ou quase-homófonos. A criança…

Read more