Católicos e “católicos”

closeAtenção, este artigo foi publicado 8 anos 11 meses 1 dia atrás.

Esta eu reproduzo porque chega a ser engraçada; foram as respostas de um sujeito ao email no qual constava a lista dos 63 deputados abortistas que assinaram o requerimento para que o projeto de lei do aborto não fosse definitivamente arquivado. Todos os erros ortográficos, lógicos e teológicos são da responsabilidade do autor das mensagens.

A primeira pérola:

Prezado:  Sou Catolico, mas sou a favor do Divorcio e do Aborto, bem como o direito dos Padres Casarem. A Igreja Catolica, precisa estar perto do povo e de seus clamores. O Aborto é feito no Brasil de forma clandestina, e leva ao risco de vida milhares de mulheres. Com a legalização do aborto, estariamos mais próximo de Deus, poís  evitaria o risco de vida destas mulheres, e acabaria com  esse crime ediondo que é o aborto clandestino. alvaro celeste

E a segunda:

Leia frei beto e leonardo boff, os grandes teologos da igreja catolica,  estas suas posições são do passado,   o povo braseiro, ama, mais o Bispo Edir Macedo, do que  o Papa, porque? Meu amigo de fé catolica, entre para o nosso grupo da Teologia da Libertação, siga, frei Beto e tantos outros, por somente com a TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO  voçê estará ao lado de Deue? Voce já viu algum padre da teologia da libertação metido em pedofilia? Não, agora os padres conservadores estão envolvidos em escandalos, veja nos estados unidos,  os casos de abuso sexual. Viva a Teologia da Libertação o caminho certo da Igreja Catolica, o Caminho de Cristo, o maior Socialista que este mundo já teve,  comparo CRISTO A FIDEL CASTRO,  são homens enviados por Deus para Libertar, eu comungo todos os domingos, e tenho o apoio da maioria dos catolicos, inclusive o Presidente Chaves, Lula, são Cristão e estão ao lado do Povo. Portando amigo Cristo, Chaves, Brizola, Lula, Fidel Castro, estes são os nossos Deuses, estes tem valor, para mim o  Papa ,e esta ultrapassado, na idade da pedra. veja a China que progresso. O Maior Comunista do Mundo era Jesus Cristo. Portanto a minha Igreja Catolica, a do futuro, a dos jovens, a Deus, é a favor do aborto, do divorcio, do socialismo, do casamento dos padres,  e do fim da propriedade privada. Saudações Catolicas Romanas Alvaro Celeste

Sinceramente, eu não consigo entender o que passa pela cabeça de uma pessoa dessas. O que raios essa gente pensa que é “ser católico”? Uma mera expressão destituída de significado objetivo? Uma qualidade que se realiza em todas as pessoas que simplesmente afirmam que o são? Nunca, em lugar nenhum, as pessoas “passaram a ser” o que quer que fosse simplesmente por dizerem que eram!

Um idiota qualquer que dissesse ser presidente da República (à exceção do caso em que o idiota em questão fosse o próprio Lula) no máximo provocaria risos. Um sujeito que dissesse ser torcedor do Sport e fosse com uma camisa do Náutico para o meio da Torcida Jovem num Clássico dos Clássicos provavelmente ia ser linchado. Um indivíduo que se dissesse muçulmano e freqüentasse uma sinagoga tinha grandes chances de ser assassinado. Por que somente com a Igreja Católica as pessoas pensam que podem agir de qualquer maneira, fazer qualquer coisa, defender qualquer bobagem – e continuar se dizendo católicas?

A Igreja não é uma espécie de terra de ninguém onde tanto faz o que as pessoas pensem ou como elas ajam. A Igreja é – entre outras coisas – uma comunhão de Fé. Os católicos, quaisquer que sejam eles, são aquelas pessoas que professam a mesma Fé – a Fé que Deus revelou, que os Apóstolos transmitiram e a Igreja guardou ao longo dos séculos. E isso não é uma “imposição”; é, ao contrário, uma livre adesão que cada católico precisa fazer à Doutrina da Igreja. Falar alguma coisa diferente disso é esvaziar o termo “católico” do seu significado real e roubar à Igreja a prerrogativa de Se definir.

Ninguém é obrigado a ser católico (salvo a obrigação moral que todos os homens têm de buscar a Verdade e, uma vez encontrando-A, abraçá-lA, mas isto é outra história). Mas o mínimo que se exige dos que querem ser católicos é que o sejam de fato, e não somente da boca pra fora. As atitudes de pessoas como a que escreveu as duas mensagens acima são de uma profunda injustiça para com a Igreja e para com os que se esforçam para – ainda que indignamente – segui-lA o melhor possível. Ninguém pode ser forçado a abandonar uma idéia, por mais estúpida que ela seja; portanto, que cada um seja o que quiser ser, mas deixem que sejamos católicos! E que a Virgem Santíssima nos guarde a todos na fidelidade a esta Doutrina, a fim de que possamos exclamar com retidão de consciência todos os dias: esta é a nossa Fé, que da Igreja recebemos, e sinceramente professamos.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

2 thoughts on “Católicos e “católicos”

  1. presentepravoce

    Ola Jorge

    Onde você encontra esta Pérolas ?

    Diga ao Primeiro Pseudo-católico:

    Crime ediondo não são as letras da Lei que diz que o Aborto Clandestino é crime, é sim o assassinato de uma criança que não pode se defender sozinha dentro do ventre de sua própria mãe, seja clandestino ou seja liberado e filmado na Tv GLOBO no horário do jornal Nacional ao vivo.

    Eu sei que vou dizer besteira, mas você só entenderia esta verdade se sua mãe lhe tivesse lhe abortado, ai sim sua voz estaria sendo ouvida com mais clareza.

    Onde você gostaria de estar agora ?
    Aí onde você esta ou na lata de lixo ?

    Um recado ao adorador de fidel castro !

    Mude-se para Cuba e aproveite o restinho que ainda exixte do Paraíso que os cubanos vivem, corra que já esta quase acabando….

    Lá também existem Católicos, só não sei se também adoram ao fidel castro.

    Que todos aqueles que compartilham o mesmo pensamento, sintam se convidados a mudar-se para Cuba ou fazer uma visitinha a uma fabrica de sabonete de luxo na Inglaterra, só para ver o que acontece com um feto que é abortado legalmente em uma clinica especializada.

    “Pai, Derdoa-lhes, porque não sabem o que dizem…”

    Deus ama a todos.

  2. Pingback: Deus lo Vult! » Oração e doenças, aborto e STF