“Eu vim para que todos tenham vida” – Dom Luiz Gonzaga Bergonzini

closeAtenção, este artigo foi publicado 6 anos 11 meses 18 dias atrás.

[Admirável coragem! Que Deus abençoe Dom Luiz Gonzaga.

Fonte: Diocese de Guarulhos]

“Eu vim para que todos tenham vida” (Jo 10,10)

03-08-2010 – 12:47

Aos meus diocesanos

Sob o título “Dai a César o que é de César”, na edição do mês de julho da Folha Diocesana, na coluna “A Voz do Pastor”, nós recomendávamos aos verdadeiros cristãos e católicos a não votarem em todo e qualquer partido e candidato que fossem contrários aos princípios cristãos e católicos, mormente aqueles que dizem respeito à lei Natural que é lei de Deus positiva.

Acrescentávamos que não deviam dar o seu voto à Sra. Dilma Rousseff, pois o partido a que a mesma pertence, o PT, é francamente favorável à liberação total do aborto. Senão, vejamos:

01- Aos 11 de abril de 2005, o governo Lula comprometeu-se a legalizar o aborto no Brasil, assinando o Segundo Relatório do Brasil sobre o Tratado de Direitos Civis e Políticos, apresentado ao Comitê de Direitos Humanos da ONU (nº 45) e, em agosto do mesmo ano, entregou ao Comitê da ONU para a eliminação de todas as formas de descriminalização contra mulher (CEDAW), documento no qual reconhece o aborto como Direito Humano da Mulher.

02- Em setembro de 2007, no seu IIIº Congresso Nacional, o PT assumiu a “descriminalização do aborto e a regulamentação do atendimento de todos os casos no serviço público, como programa de partido. E no dia 20 de fevereiro de 2010, no seu IVº Congresso Nacional, o PT manifestou “apoio incondicional” ao 3º Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH-3) editado pelo Presidente Lula, no final de 2009. O programa inclui entre outros temas, a defesa da descriminalização do aborto.

03 – O PT puniu os deputados Luiz Bassuma e Henrique Afonso por se recusarem a assinar o PL (projeto de lei) que tornava livre a prática do aborto…

04 – Mais recentemente, em 16 de julho de 2010 (no mês passado!!!), a Ministra Nilceia Freire, na linha da política do Senhor Presidente da República, propôs a liberação total do aborto em toda América Latina através do “Consenso de Brasília”.

05 -Chamam a nossa atenção as propostas de governo da candidata à Presidência, que alteram a linguagem mas não alteram o conteúdo. Já apresentou três propostas de Governo, sendo que a segunda “maquia” a primeira, e a terceira “maquia” a segunda retirando tudo que pudesse deixar “transparecer” os objetivos de liberar o aborto, para não “prejudicar” sua candidatura. Há rumores de que, no próximo mês será anunciada uma “quarta” proposta…

06 – Para evitar desgastes na campanha de sua candidata, o Sr. Presidente “engaveta decisões sobre temas polêmicos” (Cf. Estado de São Paulo – 06/08/2010 – A7). Contrariamente a todos estes “ajustes” que tentam mascarar a verdade, o Evangelho nos manda: “ O seu Sim, seja Sim. O seu Não, seja Não”.(MT 5,37). Sem subterfúgios, sem máscaras, para não esconder a verdade…

07 –Sendo coerente com nossa profissão de Fé (o que, é evidente, não ocorre nesses “Planos de Governo”), reafirmamos tudo quanto já dissemos. Não temos receio de reafirmar, assinar e confirmar tudo quanto temos escrito. Não precisamos de “reformulações”…

08 – Apesar de 70% dos brasileiros e cristãos terem se manifestado contra a descriminalização do aborto, em pesquisa CNT/Sensus do início deste ano, os delegados do PT chegaram ao entendimento de que o partido deve dar “apoio incondicional ao programa PNDH-3 por considerar que ele é “fruto de intenso processo de participação social”. Ou seja, o PT está levando o país na contra mão da democracia reconquistada há pouco e com fadiga.

09 – Houve quem nos criticasse por termos tomado essa atitude, alegando que não tínhamos o direito de nos “intrometer” na política. A esses queremos lembrar que, num país democrático, como cidadão temos o direito de nos manifestar, a favor ou contra as pretensões de políticos.

10 – Como Bispo, temos a obrigação de alertar os fiéis para que escolham bem os partidos, os candidatos e suas propostas, para não votarem naqueles que sejam contra as Sagradas Escrituras, em especial em relação à vida: “Não Matarás” (Ex. 20,13; Dt. 5,17; Mt. 5,21).

11 – Agora é a hora da defesa da vida. Não podemos nos omitir. Repetindo Dom Henrique Soares, Bispo Auxiliar da Diocese de Aracaju: “É nosso dever de cristãos e de cidadãos procurar votar de modo consciente e esclarecido, pensando unicamente no bem comum…afinal, um voto pode nos mandar para o inferno: aqui, por quatro anos e, após a morte, por toda a eternidade!”

Encerrando os esclarecimentos, pedimos a Deus, por intercessão da Santíssima Virgem Imaculada Conceição, Padroeira de nossa Cidade de Guarulhos, que proteja nossa Diocese assim como todo nosso País, concedendo-nos governantes que sejam respeitadores da Lei de Deus e das Leis Naturais que têm sua fonte no próprio Deus.

+ Luiz Gonzaga Bergonzini
Bispo de Guarulhos

http://www.camara.gov.br/sileg/integras/755059.pdf
Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

9 thoughts on ““Eu vim para que todos tenham vida” – Dom Luiz Gonzaga Bergonzini

  1. w

    Se dez por cento dos bispos fizessem como Dom Luiz Gonzaga, não teríamos chegado nesse atual estado. Deus o abençoe e inspire em outros a imitação do seu exemplo.

  2. w

    “Contrariamente a todos estes “ajustes” que tentam mascarar a verdade, o Evangelho nos manda: “ O seu Sim, seja Sim. O seu Não, seja Não”.(MT 5,37). Sem subterfúgios, sem máscaras, para não esconder a verdade…”

    Estamos lidando com mentirosos, com eles o diálogo é impossível. Enquanto uma parte tenta enganar, a outra não lhe pode dar ouvidos, sob pena de cair no seu laço.

  3. mauricio

    Interessante q eu nao vejo a igreja defender politicas de educação, vi um monte de materias no blog sobre como a igreja eh contra o aborto e a pesquisa com celulas tronco, mas nenhuma q defenda a melhora no ensino.

    Digo isso, pq ja foi provado atravez de pesquisas, q quando vc da educaçao para a populaçao a taxa de crimes a natalidade diminui, portanto menos estupros e menos gravides indesejadas.

    Eu sou ateu, e nao concordo q a igreja tenha uma posiçao tao radical contra tudo, inclusive condenando o uso da camisinha, tem de haver uma moderaçao no assunto, o aborto pode sim ser legalizado, e nao vai virar uma “festa” como muito pastores dizem por ai.

    Por ultimo, eh sempre interessante procurar informaçao em outras fontes, nao aceite oq uma pessoa diz como verdade, simplesmente pq ela eh uma autoridade na igreja, faça um pouco de pesquisa.

    http://www.imbitubagospel.com.br/capa/?p=127

  4. Jorge Ferraz Post author

    Maurício,

    Não defendemos “melhora no ensino” primeiro porque isto é uma obviedade que ninguém nega (ao contrário do que acontece com o aborto, não tem ninguém defendendo a “mediocrização do ensino”) e, segundo, porque estamos convencidos de que o Estado não é capaz de oferecer educação de qualidade.

    Mas defendemos, sim, a educação, principalmente no sagrado direito dos pais de educarem os seus filhos. Veja, por exemplo, aqui.

    Não, o aborto não pode ser legalizado porque é assassinato de uma criança indefesa, e o assassinato não pode ser legalizado. Nem que seja de uma única criança.

    E, sim, é interessante procurar informações em outras fontes. Em particular, é muito interessante não acreditar em informações divulgadas pelas “Católicas pelo Direito de Decidir”.

    Abraços,
    Jorge

  5. Hugo Siqueira

    Jorge, você sabe o e-mail deste venerável bispo? Quero mandar-lhe uma carta de congratulação pelas suas atitudes!

  6. Jorge Ferraz Post author

    Siqueira,

    Infelizmente não sei. No site da CNBB só consta o da Cúria:

    [email protected]

    Abraços,
    Jorge

  7. Renato Romano

    O email de Sua Exa. Revma. é [email protected].

    Em Cristo.

  8. César

    Jorge, muito importante o que o Senhor Bispo está fazendo. Muito importante mesmo. Mas sinto falta de algo. O PT é um partido tão anti-cristão que poderíamos citar 20, 30 idéias deles que conflitam com o cristianismo. A Igreja, ou o Bispo de Guarulhos e mais 2 ou 3 se manifestam contra 1 (talvez um dos mais graves) mas apenas 1 problema. Não voto na Dilma pela defesa do aborto e por mais tanta coisa que me pergunto se a Igreja ou os Bispos não deveriam ser mais contundentes contra esse efeito colateral da democracia que é o PT.

  9. Carlos

    Srs boa noite! Fico admirado com a preocupação tardia e oportunista de alguns católicos que são “cristãos” de domingos ou de período eleitoral, quando as circunstãncias são desfavoráveis aos candidatos afeitos a sua diocese, no caso Guarulhos e o Sr Bispo. Ambos não foram cristãos em emitir documentos nos anos em que os fatos ocorreram conforme descrito acima, ou seja, 11/04/2005 e set/2007 e não tiveram “coragem de defender” a VIDA, essa mesma “coragem” evidente agora. Gostaria de ver o Sr Bispo de Guarulhos lutando contra os crimes hediondos de nossa Igreja contra crianças inocentes que buscam o amparo junto aos padres e recebem “carinhos sexuais”, ao contrário o Sr Bispo (Igreja Católica) esconde os infratores (padres), muitas das vezes colocando-os em outras dioceses sem alertar aos seus fiéis sobre a razão das transferências. É fácil vociferar de modo planejado e na surdina, sem lutar de peito aberto, ou seja covardemente, com certeza Cristo está mais uma vez sendo cravejado e crucificado pelos que deviam guiar seu rebanho, pois, é digno de qualquer cristão tirar o argueiro do olho de seu irmão, mas, antes deve enxergar e retirar a trave que impede sua própria visão e macula suas atitudes! Hipócritas, vocês são iguais a sepultura, caiadas e brancas por fora e podres por dentro!

    Um abraço católico a todos!
    Estejam na VERDADEIRA PAZ de CRISTO!!!

    Carlos.