Programa de governo imoral da Marina Silva

closeAtenção, este artigo foi publicado 3 anos 21 dias atrás.

[Um pouco de política, especificamente sob a ótica que mais interessa aos católicos que parecemos ter deixado para trás o Vale de Lágrimas e, agora, somos forçados a caminhar é pelo Abismo do Pranto Desesperado mesmo. Este post é meramente informativo; comento sobre o assunto, de maneira mais ampla, já já. Reproduzo aqui, na íntegra, uma pesquisa que um leitor do blog teve a gentileza de fazer e me enviar por email; é a respeito do programa de governo do PSB, da candidata Marina Silva.

São informações que… a rigor, não são novas. Mas convém não serem esquecidas. Porque, quando a sra. Rousseff for gloriosamente defenestrada do Palácio do Planalto, não podemos cometer a ingenuidade de acharmos que o seu lugar foi ocupado pela mais impoluta guardiã da moral e dos bons costumes. Os inimigos dos nossos inimigos não necessariamente são os nossos amigos. A vida é um pouco mais complicada do que isso, infelizmente.

Senhoras e senhores, apresento-vos a nossa próxima presidenta. Saudades dos tempos fáceis do desterro no Lacrimarum Valle….]

Programa de governo imoral da Marina Silva

Link para o programa:
http://marinasilva.org.br/programa/#

Vejam na página 216:

“Normatizar e especificar o conceito de homofobia no âmbito da administração pública e criar mecanismos para aferir os crimes de natureza homofóbica.”

Basicamente é a volta do PLC 122.

“Como nos processos de adoção interessa o bem-estar da criança que será adotada, dar tratamento igual aos casais adotantes, com todas as exigências e cuidados iguais para ambas as modalidades de união, homo ou heterossexual.”

“Incluir o combate ao bullying, à homofobia e ao preconceito no Plano Nacional de Educação.”

Mais material que incita a iniciação sexual de crianças nas escolas.

“Aprovado no Congresso Nacional o Projeto de Lei da Identidade de Gênero Brasileira – conhecida como a Lei João W. Nery – que regulamenta o direito ao reconhecimento da identidade de gênero das “pessoas trans”, com base no modo como se sentem e veem, dispensar a morosa autorização judicial, os laudos médicos e psicológicos, as cirurgias e as hormonioterapias.”

Esta lei trata de:
http://www.revoltabrasil.com.br/politica/4869-projeto-de-lei-de-jean-wyllys-e-erika-kokay-autoriza-cirurgia-de-mudanca-de-sexo-ate-para-criancas-e-pelo-sus.html

O projeto define identidade de gênero como:

Artigo 2º – Entende-se por identidade de gênero a vivência interna e individual do gênero tal como cada pessoa o sente, a qual pode corresponder ou não com o sexo atribuído após o nascimento, incluindo a vivência pessoal do corpo.

Facilidades para fazer a alteração de identificação civil

Artigo 3º – Toda pessoa poderá solicitar a retificação registral de sexo e a mudança do prenome e da imagem registradas na documentação pessoal, sempre que não coincidam com a sua identidade de gênero auto-percebida.

Artigo 4º – Toda pessoa que solicitar a retificação registral de sexo e a mudança do prenome e da imagem, em virtude da presente lei, deverá observar os seguintes requisitos:

I – ser maior de dezoito (18) anos;
II – apresentar ao cartório que corresponda uma solicitação escrita, na qual deverá manifestar que, de acordo com a presente lei, requer a retificação registral da certidão de nascimento e a emissão de uma nova carteira de identidade, conservando o número original;
III – expressar o/s novo/s prenome/s escolhido/s para que sejam inscritos.

Mesmo uma criança que não tenha consentimento dos pais poderá recorrer à defensoria pública para que sua vontade de mudança de nome seja atendida (Lembra do João que quer virar Maria do exemplo?)

Artigo 5º – Com relação às pessoas que ainda não tenham dezoito (18) anos de idade, a solicitação do trâmite a que se refere o artigo 4º deverá ser efetuada através de seus representantes legais e com a expressa conformidade de vontade da criança ou adolescente, levando em consideração os princípios de capacidade progressiva e interesse superior dacriança, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente.

§1° Quando, por qualquer razão, seja negado ou não seja possível obter o consentimento de algum/a dos/as representante/s do Adolescente, ele poderá recorrer ele poderá recorrer a assistência da Defensoria Pública para autorização judicial, mediante procedimento sumaríssimo que deve levar em consideração os princípios de capacidade progressiva e interesse superior da criança.

Se uma pessoa for mãe ou pai e quiser mudar o sua qualidade paternal ou maternal no registro de nascimento do filho pode fazer (Por exemplo o pai que quer ser qualificado como mãe no registro do filho, fazendo assim o documento ficar registrado não mais com um pai e uma mãe, mas com duas mães, mesmo que a outra parte não concorde). O documento de casamento também pode seguir essa linha:

Artigo 7º
§2º Preservará a maternidade ou paternidade da pessoa trans no registro civil de seus/suas filhos/as, retificando automaticamente também tais registros civis, se assim solicitado, independente da vontade da outra maternidade ou paternidade;

§3º Preservará o matrimônio da pessoa trans, retificando automaticamente também, se assim solicitado, a certidão de casamento independente de configurar uma união homoafetiva ou heteroafetiva.

Mudança de Sexo e outros procedimentos a fim de adequar o corpo à identidade de gênero (Tudo pago pelo SUS)

O projeto garante também o direito à cirurgia de mudança de sexo, e não só isso, garante todos os procedimentos como ‘tratamentos hormonais integrais, a fim de adequar seu corpo à sua identidade de gênero auto-percebida’, TUDO ISSO BANCADO PELO SUS.

Artigo 8º – Toda pessoa maior de dezoito (18) anos poderá realizar intervenções cirúrgicas totais ou parciais de transexualização, inclusive as de modificação genital, e/ou tratamentos hormonais integrais, a fim de adequar seu corpo à sua identidade de gênero auto-percebida.

§1º Em todos os casos, será requerido apenas o consentimento informado da pessoa adulta e capaz. Não será necessário, em nenhum caso, qualquer tipo de diagnóstico ou tratamento psicológico ou psiquiátrico, ou autorização judicial ou administrativa.

Menores de 18 anos poderão fazer cirurgia de mudança de sexo, mesmo sem a autorização dos pais, seguindo os mesmos critérios da alteração do registo civil.

§2º No caso das pessoas que ainda não tenham de dezoito (18) anos de idade, vigorarão os mesmos requisitos estabelecidos no artigo 5º para a obtenção do consentimento informado.

Artigo 5, §1º in fine
poderá recorrer a assistência da Defensoria Pública para autorização judicial, mediante procedimento sumaríssimo que deve levar em consideração os princípios de capacidade progressiva e interesse superior da criança.

Artigo 9º – Os tratamentos referidos no artigo 11º serão gratuitos e deverão ser oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e pelas operadoras definidas nos incisos I e II do § 1º do art. 1º da Lei 9.656/98, por meio de sua rede de unidades conveniadas.

O projeto está em tramitação e aguarda análise da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

11 thoughts on “Programa de governo imoral da Marina Silva

  1. Wagner Moura

    Jorge, fico feliz que você reconheça o óbvio: Marina Silva será a nova presidente do Brasil. Em qualquer apostolado é importante termos os pés no chão, é importante ter capacidade de ler a realidade e, então, rezar e agir. E, acrescento: ter bom-humor. É o bom-humor que nos livra do fanatismo, atualmente travestido de “marxismo do bem”, encampado por católicos que adequaram suas “táticas” às “táticas” marxistas de desmoralização e confronto de “adversários” que não se coadunam com seus pensamentos… O católico não é o que resolve sê-lo por si mesmo, mas o que vive sua fé com a Igreja, o que sente com a Igreja. Não estamos liberados para sermos autônomos em nossa vida cristã, nem mesmo em nome de uma suposta boa causa… Menos ainda estamos liberados para adaptarmos nosso conteúdo a uma forma que em nada tem a ver com o cristianismo.

    Sobre estas eleições, assim como você eu entendo que o voto em Aécio Neves é um voto para o PT. E não compreendo como “estrategistas” sequer consigam perceber isso. Mas respeito! E entendo que muitos acreditem estar agindo segundo um “voto católico” que elege Aécio Neves como o menos pior, ainda que seu partido tenha sido por anos combatido pelo movimento pró-vida do Brasil por causa de José Serra e da norma técnica do aborto; prega-se um voto católico no PSDB, mesmo sabendo-se que o candidato a vice de Aécio foi o senhor que mais lutou para aprovar o novo código de direito penal que legaliza o aborto no Brasil.

    O que nos resta de “voto católico”, Jorge, me permita dizer, é o voto racional. De quem enxerga a realidade e vê que para vencer o PT é necessário votar em Marina Silva já no primeiro turno. Mas para chegarmos a essa conclusão é preciso um esforço: sair de uma visão errada sobre eleições presidenciais e sobre catolicismo. As eleições da república não tem qualquer poder místico, não são uma sentença religiosa e não temos o poder de nos condenar ao inferno nem ao céu por votar em qualquer candidato. E o catolicismo não é uma religião de respostas prontas, de código de condutas minucioso para regrar nossas vidas.

    O voto não é o fim da participação católica na política. Independentemente do real vencedor deste pleito, os católicos devem continuar com o seu testemunho público (e não sua “luta” marxista do bem) de deter o mal e promover o bem. É esse nosso chamado e missão.

  2. Renan

    O CATÓLICO QUE VOTA NUM COMUNISTA – SABENDO DO VETO – EXCLUI-SE AUTOMATICAMENTE DA IGREJA CATÓLICA!
    É o caso do marxista PSB de E Campos, agora com a vermelha Marina Silva em seu lugar, a qual em seu velório mais se parecia num palanque do que um lugar de dor, respeito e compunção; ela fez pose para fotos, sorriu e deu até tchauzinho como se fosse miss; estamparia-se em seu rosto discretamente sorridente a felicidade de ter conseguido o que sempre quereria: candidata á presidência e, como velha marxista, a ética-moral é o “oportunismo” e “todos os meios justificam os fins”, pouco importaria em que circunstancias, sem se esquecer que o comunismo é das mesmas ideologias básicas dos governos e partidos nazistas e fascistas, que são totalitaristas, materialistas e ateus, e quem vota neles se associa.
    Algumas do seu fichário da vida pregressa:
    Ex do Partido Revolucionario Comunista, hoje absorvido pelo PT.
    Fundadora da CUT no Acre.
    Ex da marxista Teologia da Libertação, dissensa da Igreja católica.
    Atualmente na versão “vermelha evangélica”, dos “progressistas”.
    Ex do PT vereadora e 2 vezes senadora, muito amiga de Lula e por mais de 20 anos no PT, logo tem seu DNA.
    Ex do PV – Partido Verde – só por fora, o da maconha e aborto.
    Atualmente noutro partido vermelho, o do E Campos, toda discípula da doutrina do satanista Karl Marx e de sua bandeira do martelo e foice sob a bandeira da estrela de 5 pontas que é o pentagrama satânico.
    Ela nunca se manifestou contra os Black Blocs e outros anarquistas, MST, nada!
    Marina é despreparada e poderia ser reedição de um novo piorado Collor!
    Vamos, Aécio; ainda há tempo!

  3. Alexandre Magno

    Uma provação cristã: saber perder quando não há saída moral que permita ganhar. Para Deus, importa mais que dentro a pessoa não quer as duas vias piores dentre três. Ela vota na terceira via mesmo com a derrota temporal “certa”. Já não escolhe um dos males maiores. Sabe que Satanás é mais inteligente. Sendo fraco, o cristão é forte. O Juiz olhará seu coração em lugar do desenvolvimento das equações mundanas.

  4. Paulo

    Parabéns, Jorge Ferraz pela sua abordagem instrutiva e oportuna! O povo católico brasileiro em grande maioria, de fachada,bastante diferente dos franceses, mesmo muitos religiosos calados ou coniventes com comunistas, tipo vermelhos TL-CNBB aliados ao PT, enquanto o povo nas manifestações daqui só pediram: “quero isso, quero aquilo”, apenas se envolvendo em materialismo, tipo animais com fome que, com a pança cheia, sentem-se completamente satisfeitos, dando impressão que eles se comportando assim, pouco diferem dos animais.
    A única situação que compromete um governo no Brasil é quando a economia está ruim, mexer no bolso, aí não!
    Nem o mensalão, nem a Petrobrás nem todos as centenas de escândalos que preencheram diariamente as páginas policiais dos jornais nos últimos 12 anos conseguiram abalar o prestigio do PT. O povo não liga para corrupção e roubalheira desde que tenha dinheiro para pagar as contas e atenda seus interesses materiais.
    Já os franceses, bem diferentes, arrebentaram com os comunistas na França a ponto do pres. Hollande e seus cupinchas admitirem que o PC francês pode até desaparecer e, nas manifestações de lá, ao invés de atenderem ao materialismo pessoal ou grupal, como aqui, exigiram respeito à doutrina da Igreja católica, aceitar sua ética-moral, fora com o aborto, homossexualismo e pedofilia nas escolas, família de homem-mulher etc., pois sabem que a doutrina católica é base de progresso e harmonia na sociedade!
    Resultado: por não serem frouxos, indiferentes e relativistas como a maioria daqui, transformaram-se em apóstolos da fé católica e mantendo os comunistas franceses presos nas rédeas, bem encabrestados e ainda por cima, atendendo as reivindicações de atendimento da doutrina da Igreja, na marra!!

  5. Carlo

    Faz tempo que o cristianismo desapareceu da vida social e estatal, sobrando apenas alguns indivíduos e pequenas comunidades sem nenhuma representação política. E isso não é privilégio do Brasil, é um fenômeno mundial. Meu voto é nulo, não há outra opção.

  6. JOSÉ CARLOS BARBOSA

    Aécio na cabeça!!! Não há outra alternativa. Dos males, o menor!!! POvo brasileiro, vamos arrasar com este PT que atrasou o Brasil em tudo!!!!!!!!!!! Posso até dizer que foi o PT que ‘atrapalhou’ a celebração canarinho, na Copa do Mundo!!!!!!!!!!!!!MY GOD!!! AÉCIO NA CABEÇA!!!!!!!!!!

  7. Carlos

    O voto útil na Marina no primeiro turno é excesso de covardia… Se não for manobra “marinista” disfarçada. O segundo turno já está garantido, segundo todas as pesquisas. Então, para que voto útil agora? No primeiro turno a única opção católica é o Aécio mesmo, por pior que seja o seu partido. No segundo turno, caso permaneçam as duas bruxas, aí sim, tome-se dois engovs, tampe-se o nariz e vote-se nessa mocréia mesmo!
    Fora PT!

  8. Alvaro

    A eleição certamente irá para o 2º turno.

    Entendo que algumas pessoas, embora saibam que o Aécio é a melhor opção viável, votarão na Marina no 1º turno com a opinião de que somente ela é capaz de tirar o PT do poder.

    A respeito disto é bom lembrar que a última pesquisa de intenção de voto realizada antes da morte do candidato Eduardo Campos apontava um empate técnico entre Dilma e Aécio no 2º turno.

    E também indico o seguinte texto para leitura:
    http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil/2014/09/02/psb-de-marina-silva-e-do-foro-de-sao-paulo-entidade-que-deu-abrigo-e-apoio-politico-a-organizacoes-terroristas-como-ela-pode-pregar-soberania-democratica-se-seu-partido-conspirou-contra-isto-ju/

    Não vamos desistir! Temos de votar no Aécio, caso contrário cairemos em mais 4 anos de demagogias e imoralidades.

    Abs e parabéns pelo blog.
    Alvaro

  9. Pingback: Eleições presidenciais, comunismo, excomunhões e os dias piores que hão de vir | Deus lo Vult!