Deus e o mal

Já conhecia a história abaixo, mas não em vídeo. E também nunca a tinha visto atribuída a Albert Einstein. Em todo o caso, ainda que seja apócrifa, é uma mensagem perfeitamente correta. É a conclusão à qual chegou Santo Agostinho, contra os maniqueus: só existe Deus, sumamente bom. O que chamamos de “mal” é uma ausência – de perfeição, de ser, de ordem, em uma palavra, de Deus.

Read more