Havemos de chorar os mortos se os vivos os não merecerem

Confesso a minha ignorância da história portuguesa: não conheço Salazar. Sei que os anti-clericais o demonizam. E não saberia indicar nenhum texto que se empenhe em defender a memória do famoso líder português. Mas esta resposta, dada aos familiares dos soldados portugueses mortos na Guerra do Ultramar, é um espetáculo. A voz no vídeo é do próprio Salazar. Todos os soldados que aparecem são portugueses. “Sem hesitações, sem queixumes, naturalmente como quem vive a vida, os homens marcham para climas inóspitos e terras distantes a cumprir o seu dever. Dever…

Read more