Violência na Índia

closeAtenção, este artigo foi publicado 8 anos 10 meses 15 dias atrás.

Saiu em ZENIT que uma mulher cristã foi assassinada na Índia, na última terça-feira, enquanto o seu marido e as duas filhas conseguiram fugir. Já chega, portanto, a sessenta o número de cristãos assassinados no país desde o dia 24 de agosto último. A perseguição é muito grave:

Segundo os dados oferecidos hoje pela agência Asianews, procedentes do All India Christian Council, além dos mortos, há mais de 18 mil feridos, 178 igrejas destruídas, mais de 4.600 casas queimadas e 13 escolas e centros sociais danificados. Mais de 50 mil cristãos fugiram de suas cidades e se refugiaram em campos ou na selva.

Já no final de agosto, o Papa condenou a violência entre cristãos e hindus na Índia; na ocasião, foi noticiado que a onda de violência começou “depois que radicais hindus incendiaram um orfanato cristão, matando uma mulher e deixando um padre em estado grave. Depois disso, grupos de hindus atacaram igrejas, lojas e residências de cristãos”. Na mídia nacional eu não consegui encontrar muita coisa, mas na web tem bastante informação de fácil acesso para quem quiser:

– “10.000 cristãos fugiram de perseguição hindu” (06 de setembro de 2008), com algumas fotos da destruição provocada pelos criminosos;

– “Hindu diz estar envergonhado com a perseguição” (04 de outubro de 2008), e diz que “os ataques a famílias cristãs, o vandalismo de seus lugares de oração, a destruição de lares e meios de subsistência, e os horríveis estupros, mutilações e queima de pessoas vivas que foram noticiados não têm nada a ver com crenças religiosas – nem das vítimas nem dos atacantes”.

– A história não é recente, porque já em novembro de 2007 era noticiado que havia mais de 190 casos de perseguição hindu a cristãos em menos de um ano.

– Hoje, 06 de outubro de 2008, pelo menos mais dois cristãos foram assassinados e 400 casas foram incendiadas.

A situação não está boa. Rezemos pelos perseguidos. E reproduzo email que recebi sobre o assunto, cuja leitura é de altíssima importância.

* * *

Email recebido:

O que fazer? Escrever para as autoridades indianas exigindo que façam cessar a violência contra os cristãos e que restabeleçam a ordem pública e a liberdade religiosa.

Para quem escrever? Correios eletrônicos:
[email protected];
[email protected];
[email protected];
[email protected];
[email protected];
[email protected]

Sr. Guilherme Rodolfo Laager (Cônsul Honorário da Índia)
Avenida Sernambetiba, 2.930 – Bloco 1 – ap 1101
Barra da Tijuca – Rio de Janeiro/RJ – CEP: 22620-172

Embaixada da Índia
SHIS QL 08 – Conjunto 08, casa 01 – Lago Sul –  Brasília/DF – CEP: 71620-285
E-mails: [email protected]
[email protected]

Sr. Krishan Kumar (Deputado Chefe da Missão)
E-mail: [email protected]

Sr. B. S. Prakash (Embaixador)

Dr. Shashank Vikram (Chefe de Chancelaria)
Email: [email protected]


Modelo de texto

Vossa Excelência,

A Índia tem uma longa história de respeito pelos valores de paz e harmonia. Por essa razão, fico chocado com as notícias sobre o assassinato do Swami Lakshmanananda Saraswati e de mais quatro pessoas em 23 de agosto de 2008, no estado de Orissa.

Porém, as conseqüências das mortes têm sido muito piores. Apesar do Partido Comunista da Índia, de linha maoísta, ter assumido a autoria do lamentável assassinato, elementos interessados em provocar conflitos religiosos estão falsamente apontando os cristãos como os culpados. Isso afetou seriamente o relacionamento já instável entre hindus e cristãos na região. A violência anticristã já atingiu pelo menos cinco Estados, e causou mais de 60 mortes e dezenas de milhares de pessoas refugiadas.

Em nome dos direitos naturais da pessoa humana e do direito humanitário internacional, exigimos do governo indiano que cumpra o seu dever de restabelecer a ordem pública e a liberdade religiosa. Será uma vergonha para a Índia que violentas perseguições religiosas sejam acobertadas pela omissão das autoridades públicas. Desde já deixarei de comprar produtos indianos, porque não aceito mercadorias de um país manchado com o sangue dos cristãos.

Os culpados devem ser processados por incitar violência, e as vítimas devem ser indenizadas por suas perdas, de acordo com a investigação imparcial dos danos. Contamos com a sua compreensão e a sua ação no sentido de fazer prevalecer a justiça, a ordem e a liberdade religiosa.

Atenciosamente,

(Seu nome)

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

0 thoughts on “Violência na Índia

  1. Pingback: Nossa Senhora da Conceição Aparecida « Deus lo vult!

  2. Pingback: A Igreja que sofre « Deus lo vult!