Por uma Quaresma católica

closeAtenção, este artigo foi publicado 7 anos 4 meses 10 dias atrás.

Está chegando a época da humilhação anual à Igreja de Nosso Senhor. A Campanha da Fraternidade 2010 promete. Com o tema “Economia e Vida” e o lema “Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro” (ou seria o contrário?), a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil parece se preparar para uma nova rodada de desprezos a assuntos como graça, sacramentos, oração, mortificação, jejum, penitência, esmola e outras coisas que, no resto do mundo, têm tudo a ver com Quaresma.

No Brasil, na cabeça da CNBB, o que tem a ver com Quaresma é… economia. Como se os bispos fossem economistas, ou como se a Verdadeira Economia estivesse entre aquelas verdades reveladas cuja profissão expressa é absolutamente necessária para a salvação de toda a criatura, ou como se os maiores pecados dos católicos brasileiros fossem a conivência, direta ou indireta, com o “sistema” intrinsecamente injusto que dirige a nossa sociedade.

O Danilo escreveu ontem sobre o assunto. Recebi um email de um amigo comentando o texto-base da CF que, não obstante, vou me abster de citar aqui porque não o encontrei até o presente momento no site da Conferência. O Puggina também escreveu, no Mídia Sem Máscara, um artigo sobre as tolices beato-marxistas das Campanhas da Fraternidade. É crescente a insatisfação das pessoas sensatas com esta palhaçada que, todo santo ano, é feita justamente no tempo talvez mais importante do Calendário Litúrgico da Igreja. E até quando vai continuar?

O mais frustrante é que já é tarde para fazer muita coisa. Já estão escolhidos o tema e o lema, os cartazes estão prontos, a divulgação já começou, e o texto-base provavelmente já está escrito e deverá estar disponível no site da CNBB muito em breve. Ano passado, eu tinha feito o propósito de ensaiar uma mobilização para que, ao menos, esta maledetta campanha fosse colocada bem longe da Quaresma. Não fiz nada – mea culpa. Desta vez, vamos aproveitar enquanto a indignação ainda está fervendo o sangue. Queremos uma Quaresma católica, e isso não pode ser pedir demais.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

20 thoughts on “Por uma Quaresma católica

  1. Pingback: Tweets that mention Deus lo Vult! » Por uma Quaresma católica -- Topsy.com

  2. Rafaela

    Jorge,

    Excelente idéia! Quem sabe depois de uma Quaresma mais católica quem sabe missas mais católicas também poderão existir né?

  3. Danilo

    Uma contra-campanha? Uma proposta “alternativa” para aqueles que desejam viver a quaresma de uma forma um pouco, digamos, católica…?

    Seria interessante começarmos alguma coisa do tipo, mesmo que pequena. Não acredito, contudo, que a CNBB cogite mudar a CF de lugar dentro do calendário litúrgico, jogando-a para, sei lá, setembro, por exemplo.

    Se algo for feito para dar um espírito católico ao tempo da quaresma, estou dentro.

  4. Marcio

    Eu conheço um padre muito santo por aqui, se você passa a Quaresma toda indo às missas celebradas por ele, nem percebe que existia Campanha da Fraternidade…

    A gente podia lançar um lema alternativo: “Não podeis servir a Deus e ao Partido”

  5. Vinícius

    Boa idéia!

    Nossa, seria ótimo que lançassemos uma contra-campanha! Poderia começar online e se espalhar por todo o país durante a quaresma.

    Uma quaresma católica! Perfeito!

  6. olegario

    Aplaudo a iniciativa e me coloco a disposição para fazer o que for preciso para iniciarmos a campanha.

    Em Jesus e Maria.

    Olegário.

  7. Julie Maria

    Fizemos um vídeo, eu e meu irmão, contra a Campanha do ano passado. Este ano temos que nos UNIR.
    Que tal uma “Carta aberta ao Santo Padre” e enviamos para o Vaticano e que via blogs seja lançada a contra-campanaha a partir da Carta Aberta??? O Santo Padre talvez esteja esperando nossa miserável contribuição como uma carta para falar o que é preciso sobre esta terrível Campanha. Pessoal com a internet chega tudo rápido a todos. Jorge, você escreve a carta?

    Pax

    JM

  8. Pingback: Bestialidade, CF 2010 « “Erguei-vos, Senhor”

  9. olegario

    Julie Maria,

    Seria ótimo se junto com a carta denúncia fossem anexados o vídeo que você fez e outros materiais áudio – visuais sobre o tema.
    Aproveitando o roteiro poderíamos agregar junto um CD do Padre Fábio…
    Aí o caldo entorna de vez.

    Olegário

  10. Edilson

    Prezados,

    A Paz de Cristo!

    Efetivamente precisamos nos mobilizar para que essa campanha não seja celebrada dentro de nossa Igreja.

    Sou favoravel a contra-campanha e a carta denúncia.

    Em Cristo,

    Edilson.

  11. Leonardo

    O tema da Campanha deveria ser “Primeiro, liberte-se de si mesmo”, algo que os marxistas mais evitam e que a maioria dos pobres necessita com urgência. Eles gostam de atiçar a revolta de quem não quer lutar contra si mesmo. Como ajudar um pobre se ele está escravo de vícios como o da cachaça ou o do crack? Dizem que estão sem condições de reagir, mas todo tratamento de desintoxicação tem de contar com o esforço e a vontade pessoais do viciado, senão dá em nada e se joga muito dinheiro e muito suor no lixo. E o pior, cansa o voluntariado de tanta frustração.

  12. Marcio

    Não creio que o Papa precise ser “provocado” por nós para fazer alguma coisa a respeito. Além disso, antes de ir ao Vaticano, melhor é seguir o que a própria Igreja recomenda: primeiro agimos no nível local, e só depois, se der errado, vamos ao nível global. Como eu já disse, já temos padres que ignoram a propaganda marxista travestida de CF e celebram a autêntica Quaresma. Não duvido que possamos convencer outros padres e bispos.

    Sem falar que a melhor definição de “carta aberta” que conheço é “carta que todo mundo lê, menos o verdadeiro destinatário”…

  13. Everth

    A CNBB está prestes a ouvir a um bando de fanfarrões protestantes e hereges em detrimento dos católicos verdadeiramente católicos… Enfim, a situação está absurdamente desastrosa. Está no extremo dos extremos.

    Essa CF beato-marxista que nós temos não acontece só esse ano não – e disso todos nós sabemos -. Já está na hora de nos mobilizarmos definitivamente contra essa porcaria que não nos incita a nenhuma reflexão proveitosa no contexto dessa Quaresma.

    Queremos sim uma Quaresma Católica.

    E estou disponível se precisarem de mim.

    Graça e paz.
    Salve Maria Santíssima!

  14. Pingback: Deus lo Vult! » Por uma Quaresma católica - II

  15. Lara

    Ótima iniciativa.
    Aviso logo que a CNBB tem o projeto de “estender” a CF para o ano todo e não só durante a Quaresma.
    É melhor agirmos logo.

  16. Lara

    Sim, sim. Querem criar comissões em todas as Paróquias com pessoas responsáveis para que a CF não seja esquecida ao longo do ano.

    Deus nos livre!

  17. Pingback: Por uma quaresma católica « Verdade, Vida e Fé