“A mentira perdeu” – Dom Luiz Gonzaga Bergonzini

closeAtenção, este artigo foi publicado 5 anos 5 meses 4 dias atrás.

[Bela nota! O Wagner Moura me mandou a imagem por email no fim da tarde; e a transcrição eu encontrei depois no site de Dom Bergonzini. Sim, a mentira perdeu. Nós somos muitos, somos jovens, cheios de sonhos e de vontade de mudar o mundo. À nossa frente marcha Aquela Senhora Terrível como um exército em ordem de batalha; ao nosso redor, todos os santos e anjos de Deus. É Ele que nos sustenta e anima. Marchemos pois com confiança sob o estandarte do Crucificado. Nas fileiras do Senhor dos Exércitos. À vitória.]

Nota de Dom Bergonzini sobre a militância virtual católica

A MENTIRA PERDEU (Nota oficial)

Nas eleições de 2010, a candidata Dilma Vana Rousseff e sua coligação pediram a apreensão do documento “Apelo a Todos os Brasileiros e Brasileiras” sob o argumento de infringir a lei eleitoral por debater o aborto. Também nos atribuíram a “mentira” de Dilma Vana Rousseff e o PT serem a favor da liberação do aborto. Provamos que o PT e Dilma Rousseff eram e continuam sendo a favor da liberação do aborto.

A Vice-Procuradora Geral Eleitoral, Dra. SANDRA CUREAU, encarregada do parecer sobre a apreensão dos impressos, assim se pronunciou: “Aliás, é natural e saudável que temas como esse sejam debatidos durante o período eleitoral, pois isso permite que os candidatos se posicionem, assumam compromissos, esclareçam suas idéias e pactuem com seus eleitores os termos de sua ação política. Em uma sociedade verdadeiramente democrática e plural, o período eleitoral deveria ser justamente o ápice desse tipo de discussão.”

O Tribunal Superior Eleitoral determinou a devolução dos “panfletos”, que podiam ser distribuídos e o serão durante nos próximos meses. Outros documentos novos poderão ser redigidos e impressos, assinados por nós, para serem distribuídos. A morte não pode vencer a vida.

Na época das eleições, e posteriormente, fomos acusados de criminoso por várias pessoas e veículos de comunicação. Hoje, estamos ajuizando açao de indenização por danos morais contra a entidade “Catolicas” pelo Direito de Decidir. Ordenamos aos advogados que busquem outros artigos ou matérias, passadas ou futuras, ofensivas à nossa honra e reputação, para que sejam ajuizadas novas ações. É hora de buscar a Justiça!

A mentira perdeu. A mentira nunca prevalecerá.  Hoje daremos o ABRAÇO DA VERDADE, no Forum João Mendes Júnior, da Justiça de São Paulo.  A data 21.03.2012 poderá ser o marco da mudança do Brasil, para o BRASIL DA VERDADE.  Queremos a CPI da VERDADE sobre o ABORTO, JÁ!

A partir de agora, o Cristianismo conta com um exército virtual de Blogueiros e Internautas da Verdade de Cristo, que mudarão o Brasil.

Jesus Cristo nos disse:

“O ladrão só vem para roubar, matar e destruir. Eu vim para que tenham vida, e a tenham em abundância.” (Jo 10,10)  “Eu sou o caminho a verdade e a vida.” (Jo 14,6)

Chegou o tempo do Brasil da Paz e do Bem, do Brasil da Verdade e da Vida, do Brasil de Jesus Cristo!

O Brasil dos Blogueiros e Internautas de Cristo!

São Paulo, 21 de março de 2012.

Dom Luiz Gonzaga Bergonzini
Bispo Emérito de Guarulhos
Jornalista MTb 123
www.domluizbergonzini.com.br

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

4 thoughts on ““A mentira perdeu” – Dom Luiz Gonzaga Bergonzini

  1. Pingback: Dom Luiz Bergonzini: “A morte não pode vencer a vida.” « Ecclesia Una

  2. Pingback: A mentira está finalmente morta – Contos do Átrio

  3. Luiz Carlos silva

    Todos sabemos que o aborto é um crime, porém há algumas excessões,  portanto não podemos generalizar. Por outro lado abraçar esta bandeira, e ao mesmo tempo assumir publicamente o extremismo de direita é algo extremamente contraditório, tendo em vista que a extrema direita prega , dissemina, espalha o ódio, racismo, assassinatos, extrema violência, discriminação, assassinato em massa de população civil, preconceito, segregacionismo, intolerância, irracionalidade, extermínio, massacres, atentados violentíssimos contra população civil, extrema perseguição e extermínio de: negros, índios, mulatos, nordestinos, pobres, mestiços, ciganos, oprimidos, excluídos, a popular plebe, periferia. Paralelamente a extrema direita é representantes das elites dominantes, verdadeiros feudos, grandes latifundiários, portanto temos de ter muito cuidado, com a extrema direita, a mesma da: Klan, Apartheid, Escravatura, Anos de Chumbo. Veja por exemplo o que aconteceu nos Anos de Chumbo, bastava discordar do regime ditatorial, e pessoas sem qualquer conotação política eram então tachadas de comunistas, subversivas, presas, torturadas, e muitas vezes eliminadas.

  4. Jorge Ferraz

    Eu não faço idéia do que seja esta “extrema direita” aí que você está agitando freneticamente diante do rosto como se fosse um boneco de macumba que tem o poder de afastar os “maus espíritos” da discussão sadia :)

    Nós aqui somos contra o aborto e rejeitamos, absolutamente, toda forma de “racismo, assassinatos, genocídios, extermínios” e toda espécie de pecados bárbaros que você elencou no seu comment. Ninguém aqui jamais assumiu esta barbaridade.