A FSSPX disse “sim”

closeAtenção, este artigo foi publicado 5 anos 4 meses 6 dias atrás.

[Saiu no Vatican Insider e o Salvem a Liturgia! traduziu. Primeiro a notícia jubilosa! Comento depois.]

Por: Andrea Tornielli

Tradução: Maite Tosta

A resposta da Fraternidade Sacerdotal São Pio X chegou ao Vaticano e é positiva, de acordo com relatos recolhidos pelo Vatican Insider. O superior dos Lefebvrianos, bispo Bernard Fellay, assinou o preâmbulo da doutrina que a Santa Sé havia proposto em setembro passado, como condição para a plena comunhão e enquadramento canônico.

Uma confirmação oficial da resposta deve vir a público nas próximas horas. Do que se pode apreender, o texto do preâmbulo enviado por Fellay propõe algumas pequenas alterações da versão dada pelas autoridades do Vaticano: como vocês se lembram, a mesma Comissão Ecclesia Dei havia se recusado a tornar o documento público (duas páginas, mas bastante densas), porque havia a possibilidade de introduzir algumas pequenas alterações no texto, mas sem divergir em sentido.

Em essência, o preâmbulo contém a “professio fidei,” a profissão de fé exigida daqueles que assumem um ofício eclesiástico. Ademais, estabelece a “submissão religiosa da vontade e do intelecto” aos ensinamentos que o Papa e o colégio dos bispos “propõem, quando exercem o seu magistério autêntico”, ainda que não tenham sido declarados e definidos de forma dogmática, como na maioria dos documentos do Magistério. A Santa Sé tem repetidamente reiterado a seus interlocutores da Sociedade de São Pio X que subscrever o preâmbulo da doutrina não significaria um fim à “discussão legítima, estudo e explicação teológica das expressões individuais ou declarações constantes dos documentos do Concílio Vaticano II.”

Agora, o texto do preâmbulo com as alterações propostas por Fellay, e assinados por ele como superior da Fraternidade São Pio X, será apresentado a Bento XVI, que no dia seguinte ao octagésimo quinto aniversário e na véspera do sétimo aniversário da eleição, recebe uma resposta positiva dos Lefebvrianos. Tal resposta, muito aguardada, espera-se, nas próximas semanas, trará um fim à ferida aberta em 1988, com as ordenações episcopais ilegítimas celebradas pelo arcebispo Marcel Lefebvre.

É possível que a resposta de Fellay seja examinada pelos cardeais da Congregação para a Doutrina da Fé na próxima reunião do “quarto Feria”, a ser realizada no início de maio. Algumas semanas a mais serão necessárias porque faz-se necessário o acordo canônico: a proposta mais provável é a de estabelecer uma “prelazia pessoal”, figura judicial introduzida no Código de Direito Canônico em 1983 e até agora só utilizado para o Opus Dei. O prelado é diretamente subordinado à Santa Sé. A Fraternidade Sacerdotal São Pio X vai continuar a celebrar a Missa segundo o Missal antigo, e formando seus sacerdotes em seus próprios seminários.

Fonte: Vatican Insider

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

4 thoughts on “A FSSPX disse “sim”

  1. Pingback: A resposta da FSSPX ao Vaticano é positiva… para nossa alegria! « Ecclesia Una

  2. lucas

    Para o desespero e tristeza dos sedevacantistas é certo o acordo entre a Santa Sé e a FSSPX !

    Beato João Paulo II, rogai por nós !

    abraços,
    lucas  

    quinta-feira, 10 de maio de 2012
    Uma Prelazia Pessoal para a Fraternidade São Pio X Às vésperas da publicação da decisão do Papa Bento XVI relativa à Fraternidade São Pio X, vêm à luz, através do site francês Riposte Catholique, duas cartas trocadas pelos bispos da mesma: uma, dos três bispos sem cargos de direção, destinada ao Superior Geral e a seus assistentes; outra, a resposta dos últimos…http://oblatvs.blogspot.com.br/

  3. Pingback: Que voltem depressa os da FSSPX! | Deus lo Vult!