Gaudens gaudebo in Domino – na Festa da Imaculada Conceição da Virgem Santíssima

closeAtenção, este artigo foi publicado 7 anos 7 meses 16 dias atrás.

Gaudens gaudebo in Domino, et exsultabit anima mea in Deo meo: quia induit me vestimentis salutis: et indumento justitiae circumdedit me, quasi sponsam ornatam monilibus suis. Ps. Exaltabo te, Domine, quoniam suscepisti me: nec delectasti inimicos meos super me. Gloria Patri.

INTROITO da Missa da Imaculada Conceição de Nossa Senhora

Celebramos hoje com alegria a festa da Virgem Imaculada; d’Aquela Mulher que desfez, pela obediência, o que Eva havia feito pela desobediência. Daquela Mulher que é a Nova Eva, a Mãe dos Remidos, como a primeira foi a mãe dos viventes: Maria é a mãe da Vida Sobrenatural.

São Luís de Montfort nos ensina que não há filho de Deus que não o seja também da Virgem Santíssima. Não há cristão verdadeiro, membro da Igreja, que não seja filho de Maria Santíssima, posto que a Igreja é o Corpo de Cristo, do qual Cristo é a Cabeça, e a Mãe da Cabeça – a Virgem Santíssima – é logicamente também a Mãe do Corpo; caso contrário, estaríamos diante de uma aberração. A devoção à Virgem Santíssima, como ensina a Igreja, não é “acessória” à vida cristã, como uma devoção particular opcional. Não; a devoção à Virgem Santíssima é essencial ao Cristianismo. Se somos cristãos, se somos imitadores de Nosso Senhor, devemos imitá-Lo também na filiação amorosa à Sua Mãe Santíssima. Ele escolheu ser Filho da Virgem Maria; quem somos nós para nos negarmos a sê-lo?

A melhor de todas as mães – alegremo-nos! Porque é Imaculada, desde a Sua concepção. Porque trouxe ao mundo a Salvação – Jesus Cristo. Porque venceu sozinha todas as heresias do mundo inteiro. Porque jamais se ouviu dizer que tivesse desamparado quem se Lhe achegasse com confiança. Porque é a Medianeira de Todas as Graças, sempre atenta às nossas necessidades, sempre liberal em Seus favores, rogando a Deus por nós mais do que ousaríamos pedir.

Imaculada! Aquela que jamais teve parte com o pecado. Sem mácula alguma, única Filha da estirpe humana sobre a qual Satanás nunca conseguiu lançar as suas garras. Celebramos hoje, com gáudio, a vitória da Virgem Santíssima: vitória que, por desígnio de Deus, iniciou antes mesmo do nascimento d’Ela. Antes que Nosso Senhor viesse ao mundo, já neste mundo estava a Virgem Santíssima. Cantando a vitória do Sol da Justiça que estava às portas. Impondo terror às hostes infernais, antes mesmo de que o Filho de Deus Se fizesse Carne.

Celebramos hoje este insondável mistério de Deus: a plenitude de todas as graças, reunidas em uma só criatura humana; a antecipação da Vitória da Cruz em Maria Santíssima (pois sabemos que a Virgem foi preservada do Pecado Original em antecipação dos méritos do Sacrifício de Cristo do Calvário); e a entrega de uma tão preciosa obra-prima para nós. Para que seja nosso modelo, no dia-a-dia. Para que seja o nosso refúgio, quando pecarmos. Para que seja a nossa consoladora, quando estivermos aflitos. Para que seja a nossa saúde, quando estivermos enfermos. Para que seja o nosso auxílio, se somos cristãos. Para que seja a causa da nossa alegria!

Roguemos aos pés da Virgem Imaculada, que Ela nos leve a Deus; Aquela que um dia trouxe Deus até nós, pode também realizar o grande milagre de nos levar até Ele. Prodigioso milagre, realizado em favor de nós, que somos pecadores: levar-nos até o Deus Altíssimo! Mas nada é impossível à Virgem Santíssima, Maria Imaculada, Senhora Nossa e Nossa Mãe. Mãe, que deseja o bem aos Seus filhos; Mãe, que tudo faz por eles. Conseguimos conceber o que significa a Virgem Imaculada, Onipotência Suplicante, tudo fazer em nosso favor? Somos felizes, e não o sabemos; infinitamente agraciados, e não o damos valor.

Que Ela nos leve a Deus: outro milagre nós não pedimos. Que os Seus louvores cantados por nós aqui na terra possam nos fazer merecer, um dia, cantá-los no Céu. Junto à Virgem Santíssima, à Virgem Imaculada, à Mãe de Deus e nossa Mãe também. Tota pulchra es, Maria, et macula originalis non est in Te: Deus vos salve, Maria Puríssima, cheia de Graça!

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

One thought on “Gaudens gaudebo in Domino – na Festa da Imaculada Conceição da Virgem Santíssima