Falta de Fé?

closeAtenção, este artigo foi publicado 7 anos 3 meses 14 dias atrás.

A charge lusitana acima foi-me enviada por email, e está disponível em um portal ateu. Alguém me perguntou “como refutar”. Mas refutar o quê? Nada existe para ser refutado, porque há vacuidade de argumentos! A charge é somente uma piada boba direcionada a uma caricatura tão grotesca da Igreja Católica que, sinceramente, só com muita ignorância ou má fé para confundir com Ela.

Qual foi a parte do Cristianismo que os anti-clericais ainda não entenderam? A Crucificação de Nosso Senhor? A perseguição contra os cristãos executada pelo Império Romano? O jugo muçulmano? A Revolução Francesa? As perseguições comunistas? Qual página da História da Igreja pode ser aberta sem que se encontre nela a mancha de sangue de cristãos assassinados por odium fidei? E, depois de tudo isso, como é possível que os inimigos da Igreja ainda pensem que a Fé concede uma espécie de “corpo fechado”, de salvo-conduto em meio às tribulações desta vida?

Será possível que os anti-clericais nos julguem esquizofrênicos? Nós sabemos – na nossa própria pele! – que a Fé cristã não torna ninguém imune aos sofrimentos humanos. Isto nunca, absolutamente nunca, esteve em discussão. O Cristianismo nunca foi apresentado como “basta ter Fé que nada de mal vai lhe acontecer”. Qual o motivo, então, da insistência na caricatura barata?

Só posso conceber isso como sendo uma recusa a enfrentar o inimigo real. Se não existe brecha nas muralhas da Igreja por meio da qual Ela possa ser atacada, então não sobra aos anti-clericais outra opção que não apelar para o velho sofisma do espantalho. Pinte-se uma caricatura grotesca do Cristianismo (pouco importa o quão distante ela esteja da realidade) e deboche-se dela, pulverizando-a impiedosamente. O que conseguem com isso os anti-clericais? Julgam atingir a Igreja? Ao contrário, só demonstram a sua própria incompetência. Tais expedientes só mostram que eles não sabem, ou não querem saber, contra o quê protestam. Por não conseguirem atacar a Igreja ou não saberem o que Ela é, comprazem-se em espezinhar espantalhos.

Há uma frase dos Salmos aqui na barra lateral do Deus lo Vult! da qual eu gosto particularmente. Diz “se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os construtores; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigiam as sentinelas”. Mostra – agora sim! – a Fé Cristã da forma como ela é: os esforços humanos são inócuos sem o auxílio do Senhor, mas de forma alguma a amizade do Senhor dos Exércitos “dispensa” os homens de, por sua parte, esforçarem-se. Quando o Senhor guarda a cidade, nem por isso as sentinelas podem dormir. Isto é tão claro em toda a história do judaísmo e do Cristianismo que, sinceramente, é frustrante que os anti-clericais ainda não tenham percebido. E este problema não é de falta de Fé. É falta de inteligência ou de caráter mesmo.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

40 thoughts on “Falta de Fé?

  1. profeta do profano

    Michele, os casos de abuso sexual envolvendo padres não são o suficiente?

  2. Sidnei

    E Igreja Católica é sinônimo de Borgia?, eles fizeram parte da Igreja Católica e não foram toda a Igreja Católica, assim como foram os maus filhos da Igreja que ao colocar suas opções políticas, etnicas e sociais acima da fé só fizeram besteira, portanto qual a parte que o Babaca do Profeta do Profano ainda não entendeu.

  3. Rosana

    No blog do Mallmal:

    http://mallmal.blogspot.com/2010/05/resposta-ao-mats-amanha-aguardem.html#links

    Anônimo disse…

    Luciano Henrique mudou de nome pela enésima vez. Ele agora só quer ser chamado de Luciano Ayan, eh, eh.

    Pode? Tudo porque ele foi desmascarado como um safado qualquer lá da Paraíba, um profesorzinho de universidades mixurucas, tipo caça-níqueis, e o Complexo de Inferioridade dele não permite isso.

    Confiram aí, ó:

    http://www.lucianohenrique.com

  4. Sidnei

    “Michele, os casos de abuso sexual envolvendo padres não são o suficiente?”

    Não, não são suas generallizações já estão passando dos limites.

  5. Sidnei

    Após a defesa brilhante do Eduardo Araújo, o Babaca do profeta profano vem com uma: “sr Eduardo, a despeito de suas tegiversações, os massacres ocorreram.”, vai ser uma resposta infeliz assim no inferno. Sim, ocorreram os massacres, e daí?, alguns padres que colocaram sua posição étnica acima da fé participaram deste massacre, e daí?, foi por ordem do Vaticano que se deu tal massacre?, a Igreja toda é culpada por estes padrecos que participaram desta barbaridade, eu como católico tenho culpara pelo o que aconteceu em Ruanda?, teve um tal furador ou curador de olhos que o Jorge por muito pouco suspendeu sua participação aqui neste blog quando venho com uma estória contra o Papa São Zeferino, assim também deveria ocorrer com o babaca do profeta profano, pois se não, quero que o babaca profeta profano me prove por A + B com algum documento do Vaticano que o Papa mandou realizar o massacre em Ruanda, quero que me prove por A + B, com algum documento papal que o Papa apoiou Hitler e o Holocausto judeu, que me prove por A + B com algum documento da Igreja apoiando o massacre de indígenas nas Américas, tudo isto deve ser documento, sem documentos comprobatórios não vale, pois o ônus da prova cabe de quem acusa, se não, está mais do que na hora de o Jorge dar um chega para lá nesse moleque insolente, que por seu ódio a Igreja qualquer dia vai ter que usar fraldas geriátricas para quando passar diante de uma Igreja não sair todo urinado e defecado.

  6. Pedro M

    sr Pedro, as “refutações” a que o sr cita não passa de negacionismo e/ou revisionismo histórico do mesmo nível que se tenta negar o Holocausto.

    Então mostre, oras. Não é tão difícil. Minhas respostas estão lá até hoje, esperando contra-argumentação sua. Se você não prova o que alega, é porque mentiu.

    Enquanto não responder, será desmascarado aqui como mentiroso. Todo mundo já viu que você é uma fraude. Tudo o que disser que não for para responder as argumentações já feitas será simplesmente ignorado, como se faz com todo troll.

    Eduardo, essa obsessão com o Luciano rende umas boas gargalhadas. É como o cara que comentou no blog do Mallmal (outro que foge quando tem a burrice desmascarada) dizendo “descobrir a identidade” do Luciano, mas ele mesmo nem tem os colhões de sair do anonimato. É só um coitado covarde.

    Já sobrou até pra mim, que fui sistematicamente xingado no meu próprio blog (hoje desativado) por um camarada que não tinha nada pra fazer a não ser descarregar na internet as frustrações quanto a sua própria burrice. Agiu como o pateta do profano: como não sabe responder o que lhe é perguntado, fica dando chilique.

  7. Michele Madalena Silva de Oliveira

    Se é pra pegar uma pessoa que diz ser católica e faz o contrário da doutrina(como um caso de um padre pedófilo), que tal um abertamente ateu e que faz exatamente a liberdade que prega o ateísmo (mao Tsé_Tung)?

  8. Rodrigo César Nunes Pino

    Existem provas documentais de que:

    A IGREJA PROTEGIA OS JUDEUS NA IDADE MÉDIA:

    http://www.montfort.org.br/index.php?secao=documentos&subsecao=decretos&artigo=papa-protege-judeus&lang=bra

    A IGREJA PROTEGEU OS INDIOS:

    http://www.montfort.org.br/index.php?secao=documentos&subsecao=decretos&artigo=veritas_ipsa&lang=bra

    A IGREJA CONDENOU O TRAFICO E ESCRAVIDÃO DOS NEGROS:

    http://www.montfort.org.br/index.php?secao=documentos&subsecao=decretos&artigo=in_supremo&lang=bra

    A IGREJA FOI PERSEGUIDA PELO NAZISMO:

    http://www.vatican.va/holy_father/pius_xi/encyclicals/documents/hf_p-xi_enc_14031937_mit-brennender-sorge_sp.html