O hoax da foto de Ratzinger fazendo uma saudação nazista

closeAtenção, este artigo foi publicado 6 anos 11 meses 14 dias atrás.

Fonte: Il blog di Andrea Tornielli

O Hoax da foto de Ratzinger fazendo uma saudação nazista

No Giornale de hoje, [junto com] um outro artigo dedicado à esplêndida homilia pronunciada por Bento XVI ontem [sexta-feira, 11 de junho] pela manhã, no fechamento do Ano Sacerdotal (que eu os convido a ler, para descobrirem mais uma vez o humilde olhar de fé do Papa teólogo sobre o sacerdócio e sobre os tristes recentes casos de escândalo [sexual]), publico também um artigo dedicado ao Hoax [bufala] sobre a foto de Ratzinger fazendo uma saudação nazista. Hoax que há tempos circula na web e no Youtube, mas que atualmente está de qualquer modo “consagrado” em um livro (“Os papas e o sexo”, edições Ponte alle grazie), um «ensaio [saggio] bem documentado [documentatissimo] e chocante» – como se lê na contracapa -, um livro-investigação escrito por Eric Frattini, «professor universitário, jornalista e escritor eclético, apaixonado por história e por política». O autor acredita na possibilidade de que Ratzinger, vestido de padre, tenha feito a saudação romana [il saluto romano] que, na Alemanha do Terceiro Reich, era acompanhado pelo grito de “Heil Hitler!”. E cita explicitamente (sem no entanto publicá-la) a imagem na qual está retratada um Ratzinger jovem, com as vestes sacerdotais, que efetivamente tem o braço direito [erguido]. A foto – conhecidíssima na Internet – foi maliciosamente falsificada [taroccata], cortando-se o outro braço. Joseph Ratzinger, com seu irmão Georg, estava naquele momento abençoando os fiéis da paróquia de Sant’Osvaldo em Traunstein, no dia seguinte à sua ordenação ocorrida em Frisinga, em 29 de junho de 1951. Na foto original se vêem os dois irmãos que, ambos, levantam os braços para invocar a bênção sobre os fiéis. Ora, na Web circula tudo que é lixo [ogni ciarpame]. Mas que um “docente universitário” (ensina jornalismo na Universidade de Madrid), autor de um ensaio “documentatissimo”, acredite realmente nesta lenda [panzana], sem nem ao menos dar-se ao trabalho de fazer qualquer pesquisa na Internet, é bem mais grave. Por ele e pela editora Ponte alle grazie. Não é um mistério que Ratzinger tenha se tornado padre em 1951 (e, portanto, não poderia fazer aquela saudação em vestes sacerdotais). A foto original que desmascara o malévolo hoax anti-ratzingeriano está disponível online. Talvez escrevendo um ensaio “documentatissimo” também Frattini pudesse ter-se dado ao (tíbio) trabalho de procurá-la.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

6 thoughts on “O hoax da foto de Ratzinger fazendo uma saudação nazista

  1. Alexandre Magno

    Papa Bento XVI foi do exército de Hitler?
    No livro ‘O Sal da Terra’ o Papa conta sua vida

    Clique aqui para ler citações textuais feitas pelo Prof. Felipe Aquino.

  2. V

    Me sinto enojado em ver milhões de pessoas idolatrando [CENSURADO]. Religião em geral é um câncer, e a católica é uma das piores.
    Creem em Deus do jeito que vocês quiserem, mas não deem corda para essa corja.
    Quem realmente tem fé não precisa de intermediários para crer em Deus.

  3. Jones

    Caríssimo V.

    Também não precisamos de você como intermediário para nos dizer como Deus quer que creiamos nele. Já temos aos que Ele ordenou… Se é que podes me compreender.

    Um abraço, e que Deus o ilumine, e abençoe a todos aqui.

    Jones.

  4. Blog Mallmal

    Jorge, hoax é usar essa foto manipulada como argumento de que ele não era nazista.
    o Bentinho foi da Hitlerjugend dos 14 até sei lá quantos anos de idade.
    Nesse meio tempo deve ter ENJOADO de fazer saudações…

  5. Respondendobabacas.

    Desmascaramos a mentirinha da meninada rebelde e eles ficam putinhos poxa???relaxa rebeldizinho, nada foi pior pra humanidade que seu Ateismo estatal!Agora vai ler Allan Moore e se achar Cool !ahahahaa