Mais sobre o Jean Wyllys e sua agressão gratuita ao Papa Bento XVI: PROTESTE!

closeAtenção, este artigo foi publicado 5 anos 7 meses 11 dias atrás.

Bem rapidamente, gostaria de recomendar com alegria este texto sobre as absurdas declarações do deputado Jean Wyllys. Vale uma leitura completa. Eu só destaco:

A história e os fatos demonstram que o senhor Jean Wyllys e os demais gays e lésbicas do Brasil devem dar graças a Deus por terem nascido em um país com bases cristãs. Isso que ele chama de “Ocidente” foi criado pela Igreja Católica. Se o deputado tivesse nascido em um país muçulmano ou governado por comunistas, não teria a liberdade de dizer essas asneiras.

Agradeçam ao Papa por terem o direito de espezinhá-lo despreocupadamente, seus ingratos.

Durante o dia de ontem houve algumas manifestações na página do Facebook do deputado; e foram todas apagadas. Não cheguei a tirar printscreen de nenhuma. No entanto, é muito importante protestar energicamente no site da Câmara contra a atitude do deputado do PSOL, que esta semana caluniou publicamente um Chefe de Estado chamando-o (entre outras insinuações) de “genocida em potencial”. Não deixem de enviar uma mensagem, não custa nada: nem que seja somente para que percebam que somos muitos. Para que percebam que nos importamos. Para que percebam que não estamos dispostos a engolir de graça os seus desaforos hipócritas.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

34 thoughts on “Mais sobre o Jean Wyllys e sua agressão gratuita ao Papa Bento XVI: PROTESTE!

  1. [email protected]

    Bento XVI segue o legado do papa Pio XII, que flertou com o nazi-fascismo.(para saber mais a respeito, clique no link: http://educaterra.terra.com.br/voltaire/mundo/papa_pacelli.htm) Será que a Igreja não aprendeu com seus erros do passado? Com todas as mulheres que queimou? Com os árabes que perseguiu? Por ter calado diante da escravidão? Por ter matado e perseguido judeus durante praticamente toda a Idade Média? Essa Igreja não detém o patrimônio da fé e do ideário cristão, ela defende apenas o seu próprio patrimônio institucional. O vaticano é o território com mais riqueza por metro quadrado no mundo, isso é partilhar o pão? Parabéns, Jean Wyllys, se não tomarmos cuidado, a Igreja voltará com suas fogueiras purificadoras. Essa instituição simplesmente não tem moral para julgar os hábitos de ninguém, se esse “Papa” tivesse o mínimo de espírito cristão, deveria pedir perdão aos negros, aos judeus, às mulheres, aos índios, a todos os que sua instituição assassinou impunemente. Isso para não falar da pedofilia e de outros problemas internos à Igreja Católica Romana. Não consta que Jesus acumulasse riquezas, não consta que tenha queimado ninguém, sua mensagem foi sempre a do amor universal, nunca a do preconceito e da segregação.

  2. RONALDO

    Entrei no site da câmara e registrei ouvidoria contra o deputado:

    Repudio as declarações do Sr. Jean Wyllys, ofensivas ao Santo Padre, o Papa.
    O Sr. Jean Wyllys ofendeu um chefe de Estado e um líder religioso da maioria do povo brasileiro. Ele(Jean Wyllys) que faz parte de um grupo de pessoas sabidamente discriminado, dissemina o ódio religioso da mesma forma que aqueles que “os” discriminam, muitas vezes com uso de violência como nós sabemos. Como católico que sou fiquei ofendido e exijo retratação, pois, da mesma forma quando “eles” são agredidos em seus direitos reclamam e pedem punição, aqui estou como católico querendo punição. O Sr. Jean Wyllys não está acima da lei e da ordem ou do bem e do mal para ter um atitude dessas.RESPEITO É BOM E SERVE PARA TODOS, SE ELE QUER SER RESPEITADO NA SUA CONDIÇÃO, COMECE RESPEITANDO AOS DEMAIS.

    Lamentável a postura do deputado!!!!!

  3. Diogo Fmh

    Heilaine falando sobre negros e índios. Desconhece completamente os pronunciamentos papais na época sobre os temas. São conhecidas as bulas papais condenando a escravidão negra e indígena. Isso sem falar nos vários mártires jesuítas que deram suas vidas pela evangelização e mesmo defesa dos índios. Uma completa palpiteira e ignorante sobre os temas. Como o deputado, difamando e caluniando a Igreja. Deveria ler mais, estudar mais. As bulas papais da época estão aí disponíveis, qualquer um pode lê-las. Não está escondidas, é só procurar.

  4. montesquieu

    Bento XVI segue o legado do papa Pio XII, que flertou com o nazi-fascismo.(para saber mais a respeito, clique no link: http://educaterra.terra.com.br/voltaire/mundo/papa_pacelli.htm) Será que a Igreja não aprendeu com seus erros do passado? Com todas as mulheres que queimou? Com os árabes que perseguiu? Por ter calado diante da escravidão? Por ter matado e perseguido judeus durante praticamente toda a Idade Média? Essa Igreja não detém o patrimônio da fé e do ideário cristão, ela defende apenas o seu próprio patrimônio institucional. O vaticano é o território com mais riqueza por metro quadrado no mundo, isso é partilhar o pão? Parabéns, Jean Wyllys, se não tomarmos cuidado, a Igreja voltará com suas fogueiras purificadoras. Essa instituição simplesmente não tem moral para julgar os hábitos de ninguém, se esse “Papa” tivesse o mínimo de espírito cristão, deveria pedir perdão aos negros, aos judeus, às mulheres, aos índios, a todos os que sua instituição assassinou impunemente. Isso para não falar da pedofilia e de outros problemas internos à Igreja Católica Romana. Não consta que Jesus acumulasse riquezas, não consta que tenha queimado ninguém, sua mensagem foi sempre a do amor universal, nunca a do preconceito e da segregação.