“Meu pudor está acima do dinheiro e do meu sonho”

closeAtenção, este artigo foi publicado 3 anos 6 meses atrás.

Bastante educativa esta história de uma jovem cantora italiana! Ela tem dezoito anos e fora escalada para o papel principal em um musical de David Zard, «tal vez el mayor productor musical italiano». María Luce Gamboni seria a disputadíssima Julieta no spettacolo  «Romeo & Giulietta – Ama e cambia il mondo». Seria. Porque declinou o convite.

O motivo? Havia no espetáculo uma cena de semi-nudez. Em um dado momento, Julieta teria que se apresentar usando uma roupa transparente. Rapidamente a jovem María Luce chamou o produtor e lhe disse para procurar outra protagonista. Não quis sequer negociar, como se estivesse profundamente ofendida com a proposta indecorosa que lhe fora feita.

[P.S.: na verdade, ao que parece ela tentou negociar sim. O original em italiano diz que [l]a protagonista mancata ha chiesto alla regia di potere almeno mettersi le mutande e il reggiseno. Ma la risposta è stata perentoria: o nuda o chiamiamo qualcun altro. E lei ha detto: chiamate qualcun altro, «perché al denaro e al mio sogno ho preferito il mio pudore». Embora «mancata ha chiesto» possa realmente significar “não pediu” (e esta seja a primeira tradução do Google Translate), o verbo mancare significa também “não conseguir”, “não obter êxito” – e este sentido traduz melhor o período, que ficaria assim: a protagonista não obteve êxito em pedir ao diretor que a deixasse ao menos colocar [por baixo] a calcinha e o sutiã. A resposta [do diretor] foi peremptória: ou nua, ou chamamos outra. E ela [então] disse: [pois] chame outra, «porque ao dinheiro e ao meu sonho eu prefiro o meu pudor». O pessoal da Infovaticana melou a tradução e inverteu o sentido da frase ao meter um «[l]a protagonista principal no pidió al director poder usar por lo menos alguna ropa interior» na matéria. Traduttore, traditore: mais uma vez o adágio popular mostra por que existe. Em todo caso, é verdade que María Luce, diante da intransigência do diretor, abriu mão do papel e o mandou procurar outra cantora.]

«Por encima del dinero y de mi sueño yo prefiero mi pudor», disse a jovem. E disse ainda uma outra verdade bastante esquecida nestes tempos em que a imodéstia dos espetáculos já se transformou em coisa tão banal e corriqueira que ninguém se preocupa em questionar mais: «el canto es una cosa, despojarse de la ropa, es otra».

A história me lembrou um outro desabafo que eu publiquei certa feita aqui no Deus lo Vult!, há mais de cinco anos já. Foi quando o brasileiro Pedro Cardoso disse que os atores eram obrigados a fazer pornografia. As palavras – atualíssimas – dele foram as seguintes:

O personagem é justamente algo que o ator veste. Ao despir-se do figurino, o ator despe-se também do personagem, e resta ele mesmo, apenas ele e sua nudez pessoal e intransferível.

E isto não é exatamente o ponto fulcral da queixa de María Luce? Ora, cantar é uma coisa, e ficar nua é outra coisa completamente diferente! A voz de uma jovem cantora não é melhor apreciada quando ela tira a roupa, muito pelo contrário. O mais provável é que a atenção seja atraída para o corpo desnudo e, diante dele, a beleza do canto passe despercebida. E a jovem italiana quer ser apreciada pelo talento que tem, e não pelos dotes físicos com os quais a natureza a agraciou.

Porque isto não deixa de ser uma forma de apelação desnecessária, de coisificação da mulher – vista como um objeto sexual -, de sacrifício da arte nos altares da pornografia “soft”, de erotismo descabido, de vulgaridade dispensável. Ora, o que importa o corpo da jovem Giulietta – ou, melhor dizendo, o corpo da jovem cantora que a está representando, uma vez que despir-se do figurino é despir-se também do personagem – para a peça? Trata-se de um musical, e não de um ensaio fotográfico erótico!

É triste se deparar com um meio artístico tão erotizado assim. Mas é ao mesmo tempo reconfortante ver que uma jovem ainda é capaz de perceber o descabimento de certas exigências artísticas. E ainda é capaz de dizer “não”. E de nos ensinar que há coisas mais importantes do que o sucesso. De nos ensinar que a realização pessoal não passa necessariamente pela fama, mas sim pela coerência com os próprios valores. Que o «pudor» – esta palavra que está tão fora de moda… – ainda é mais valioso do que o dinheiro.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

13 thoughts on ““Meu pudor está acima do dinheiro e do meu sonho”

  1. Sidnei

    Há se todos os católicos e católicas deste país e no mundo fossem como esta jovem, a nossa Igreja estaria muito melhor. Esta levou a sério os ensinamentos da Igreja que baseados nas palavras de São Paulo: “Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso espírito, para que possais discernir qual é a vontade de Deus, o que é bom, o que lhe agrada e o que é perfeito. (Romanos 12, 2), e de São João Evangelista: “15. Não ameis o mundo nem as coisas do mundo. Se alguém ama o mundo, não está nele o amor do Pai.16. Porque tudo o que há no mundo – a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida – não procede do Pai, mas do mundo.17. O mundo passa com as suas concupiscências, mas quem cumpre a vontade de Deus permanece eternamente.” (1º João 2, 15-17),nos ensinam a remar contra a corrente deste mundo.

  2. grimaldinarodriguesdacruz

    O CONFORMISMO DOS DIAS ATUAIS PERDEU ESSA BATALHA..

  3. Dayane

    Concordo plenamente com a posição dela . Uma das maiores virtudes é a modéstia . Em uma das estrofes da musica Cova da Iria diz assim :” Vesti com modéstia e com muito pudor , olhai como vesti a mãe do Senhor” ! O recato é que precisa estar em moda!

  4. Roberta P de Souza

    Parabéns por tua atitude,só quem serve a Deus verdadeiramente tem sua coragem.

  5. maria

    Parabéns para essa Jovem, que Deus os abençoe e ilumine.E a todos os que concordam com ela.

  6. Lucas

    A nudez artística,que consiste na representação pictórica ou escultural,está presente em representações de figuras bíblicas como Adaõ é Eva no paraíso; Davi de Miguel Angelo,aparece os genitais.O conceito de nudez,varia no tempo e no espaço; a conotação sexual a toda a nudez,naõ é verdadeira.A “modéstia” puritana ou da era vitoriana,naõ é superior a de nenhuma outra cultura.

  7. Marta

    Lucas, você tem razão ao afirmar que nem toda nudez tem conotação sexual e que o conceito de nudez é variável de acordo com a época e cultura . Mas a nudez que hoje impera no meio artístico está muito longe daquela inocência ou naturalidade que existe ou já existiu em determinadas épocas ou lugares, e você sabe bem disso. A nudez usada hoje para “fins artísticos”, não passa de uma vil exploração de pessoas e não tem outro objetivo senão a estimulação sensual. No caso da cantora citada no texto, responda, existiria outro propósito em querer apresentá-la seminua, a não ser o de estimular a imaginação sensual das pessoas, desviando-as do verdadeiro propósito da arte? É lícito expor publicamente, para milhares de pessoas, o corpo de uma jovem, quase adolescente, sem se preocupar minimamente com a sua dignidade pessoal? Quem lucra com isso? Comparar isso com Michelangelo, é forçar demais…
    Parabéns à cantora que soube se impor e que o seu exemplo sirva como encorajamento para muitas outras.

  8. [email protected]

    Deus a abençõe que ela continue se impondo a essas pouca vergonha, ela continue fiel aos ensinamentos cristã

  9. Maria

    Parabéns a essa que Jovem pelo ato de coragem em dizer não, mesmo sabendo das críticas negativas, mas acima de tudo com certeza ela sabe q deve agradar a Deus e não a este mundo! a tantas bobagens que o mundo quer colocar ao nosso meio q infelizmente muitos católicos aos poucos vão aceitando. Enfim, um belo testemunho!!

  10. Mariana pereira da silva

    Essa moça está de parabéns pois nos dias de hoje é muito raro encontramos pessoas com dignidade assim como ela.

  11. Mariana pereira da silva

    Obrigada ! Eu procuro sempre ser bem cuidadoso com o que eu falo e faço.

  12. 26/11/2013

    parabéns pela sua coragem de dizer não as modas que o mundo tão erotizado traz ,que Deus te ilumine na sua decisão de ser casta e fiel poi a beleza interior reflete o exterior seja essa jovem exemplar